InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  LoginLogin  Registrar-seRegistrar-se  

Compartilhe | 
 

 [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Jorgex
Ainda a ganhar coragem para subir a serra mais próxima
Ainda a ganhar coragem para subir a serra mais próxima


Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/01/2012
Localização : Lisboa
Bike : Sushi - Canyon Nerve ESX 7.0 S

MensagemAssunto: [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08   Qua Fev 15, 2012 8:48 am

Finalmente um review duma cena ainda deste ano, ein! Comecei a escrever isto no 25/Setembro/2008...

Rock Shox Pike 454 ‘08:


Fiz o review com tópicos para melhor compreensão.

Quem é Pike?
Tenho ideia que a Pike é a 8ª ou 9ª suspensão da Rock Shox e a 2ª, seguida da Psylo, na gama do AM/Enduro. Isto foi em 2005, onde os rivais eram nada menos que Fox 36 RLC, Marzocchi All Mountain SL e Manitou Nixon IT. Pike, Reba e Boxxer estrearam também o cartridge Motion Control e eixo Maxle de 20 e 12mm.
Depois do flop da suspensão Psylo e adesão ao grupo SRAM, a RS vingou no mercado em 2005, mesmo com falta de suspensões na área do FR.

Prometo não falar mais da Psylo! pig


Motion Control é ok ou ko?
Como sabem, a RS lançou o Motion Control em 2005. Fazer uma susp. para XC é fácil. Difícil é fazer uma susp. para AM, uma suspensão de uma coroa, com mais de 120mm de curso, que seja capaz de andar devagar no asphalto e, simultaneamente, andar em piso muito irregular a alta velocidade. Não esquecer que ainda tem de fazer subidas sem bombear muito. Afinal de contas, AM é isto mesmo, né?

Ora o Motion Control não é solução para tudo, se repararem, a Lyric usa uma variante, o Mission Control. A Pike já anda no limite do Motion Control. Ela é regulada para fazer AM a FR ligeiro e usa-se a plataforma é para fazer coisas mais pacatas como XC ou estrada.
Mas isto interessa a alguém? É só mesmo para criar ambiente para uma das melhores susp. de AM de 2008.

Como podem ver, grande parte do cartridge é em plástico e tem poucas peças moveis.

Acertos e tuning...
Esta Pike tem o famoso eixo de 20mm Maxle 360. Famoso porque num espaço de 3 anos, foi reconhecido o estatuto de melhor invenção desde a criação do aperto rápido do senhor Campagnolo. Sem exagero, 12 segundos bastam para retirar e voltar a colocar a roda no sítio. Mesmo que a alavanca do Maxle abra, o eixo tem uma rosca que evita todos os problemas dos antigos apertos rápidos: a roda saltar fora. É simples e fiável!



U-Turn
Função útil quando não se sabe ao certo o que está errado na bike ou quando muda-se de quadro regularmente. Se calhar, menos uns milímetros para geometria ficar fixe. Nisto, U-Turn é excelente pois permite regular a altura do curso uns 2mm por cada clic no botão preto e cada volta completa corresponde a 7.5mm. Como a minha Pike é de molas, ao comprimir a mola (para reduzir o curso) a Pike aumenta um pouco a dureza da mola. Isto é um problema que não se consegue resolver nas susp. de molas e já vem de longa data. Quem tiver a Pike U-Turn Air não sofre de higher spring rate.


O Motion Control dá os acertos típicos: compressão e retorno. Mas dá uma grande amplitude de acerto! O rebound sente-se mesmo a subir devagarinho ou super rápido. Quando à compressão... Pois... Será explicado mais à frente.

Para que tiver travões Avid, pode regular os travões com este mesmo rebound!

FloodGate
O FoodGate era estranho como conheci a Pike. Era uma espécie de compressão que regulava a dureza do bloqueio. O tempo passou e comecei a entender o conceito. Ao bloquear a susp., activa-se a plataforma e vice-versa. Simples, né? Como cada bttista é um caso, nada como regular a plataforma ao gosto de cada um. Quem quiser mesmo bloqueado, põe o FloodGate no mínimo, quem quiser aquela compressão que é ideal para piso compacto, roda o botão dourado para mais de meio e por aí fora. Assim que desbloqueia-se, a Pike assume a compressão normal (previamente regulada pelo bttista).
O chato é que o Pop Loc normal abdica da compressão. O Pop Loc Adjustable é que dá a compressão que vinha antes de meter o kit Pop Loc... Confuso? Eu faço um boneco:

"sem compressão" significa que a compressão rápida fica totalmente aberta.


É bastante prático e a cor desaparece.


Pop Loc
É possível regular o bloqueio no topo do braço direito ou através de um de três controlos remoto Pop Loc: Pop Loc, Pop Loc Adjustable e Push Loc.
Há 3 Loc's e o bttista pode optar entre a mão direita e esquerda. A minha Pike vinha com Pop Loc simples que bloqueia e desbloqueia. Esta treta de metal com alavanca plástico custa uns impressionantes 50€! Não basta comprar o Pop Loc, é necessário adquirir um botão especial de metal para substituir o de plástico emborrachado de origem da compressão. Mais 25€... É fogo!



Dá para ver que o Pop Loc não é compatível com o MatchMaker da Formula+Avid, fica muito longe do polegar.

Outra cena fixe da Pike é que tem montes de espaço para decoração pessoal. Pode-se colar tudo e isso faz da Pike uma suspensão bastante pessoal. Qual a probabilidade de encontrar duas pessoas na rua, com a mesma t-shirt? É quase nula! Isto é a Pike para vocês.

Ah! É possível mudar as molas pelo kit Air mas isso implica encolher o U-Turn para 110-140mm...


No trilho:
Uau! Infelizmente "uau" é uma forma muito sucinta de definir a Pike no terreno mas vou tentar esticar ainda mais a coisa.

Realmente a Pike é muito versátil, tanto dá para DJ como dá para um FR ligeiro. A primeira coisa que salta à vista é o eixo Maxle 360. Nunca tive tanta precisão de pilotagem como agora, algo que sempre invejei nos membros da minha gang. Eles passavam por onde queriam e eu não. Posso dizer que voltei a sentir o prazer que é andar rápido e bem.

O facto de ela ser totalmente personalizável nos acertos é um bónus para a prática do btt. A cena chata é que requer alguma experiência para ficar bem afinada mas até nisso a Pike ensina...
...e uma das coisas que a Pike ensinou-me foi a U-Turn com molas não dá para regular a pré carga à vontade do freguês, é necessário ver qual a mola mais indicada para o nosso peso/andamento e elas são 4. Eu uso a mola média e o SAG que tenho é de 33%, que é excelente para... Seja lá o que for! Surprised

Apesar deste factor negativo, as molas dão uma sensibilidade que até assusta. A roda da frente mal descola do chão e nem sinto o guiador a mexer. Aproveito para lembrar que a Pike só usa a plataforma quando queremos e não a toda a hora como acontece nas Manitou com cartridge SPV. Não é um factor negativo... É apenas diferente, é o conceito duma susp. clássica (tem tudo e é como nós queremos e quando queremos) enquanto a Manitou tem uma plataforma que actua sempre, quer queiramos, que não (mas podemos regular a intensidade dessa plataforma).

Pike é usada numa Canyon Nerve ES6 size M 2007/2008. Nota-se que o binómio RS Pike e Fox RP23 trabalham para um bem melhor. Não interessa onde estamos geograficamente ou sequer a topografia da coisa pois com o Pro-Pedal e com a plataforma do Motion Control compensam todo o que possa vir pela frente. O "trio maravilha" funciona!

Descer é inato para a Pike, mas no rolar e trepar em pisos pouco irregulares é que o tal excesso sensibilidade atrapalha um bocado, contudo, aqui entra em acção a plataforma. Basta bloquear para terem acesso ao acerto que acharem mais correcto. Se tentarem atacar uma subida íngreme com a compressão totalmente aberta, ela "flutua" um bocado. O peso da Pike nota-se muito nas subidas, os quase 2300g de susp+eixo+bloqueio remoto ajudam a dar uma pilotagem super estável. Já não há subidas do tipo "cai de costas".

Também podem atacar as subidas com o U-Turn mas não é uma opção viável porque para baixar o curso em andamento não é rápido e para subir o curso, já é necessário saltar fora da bike. Pelo menos acho uma perda de tempo estar a baixar o curso para fazer a subida e depois aumentar o curso quando as coisas começam a nivelar. Basicamente, uso a Pike com curso máximo desde o dia 1 e ela satisfaz-me. 140mm é aquele número mágico...


Tide Travel ou curso das marés...

No seguimento do U-Turn, há quem ache esta ideia de regular o curso de 2 em 2mm ridículo mas a Fox TALAS já foi assim nos primeiros 2 anos. A diferença agora foi que os clientes queriam passar logo de 140 para 120 e para 100 sem nada pelo meio. Desta forma, já compensa o tal raciocínio de baixar o curso nas subidas e aumenta-lo no topo pois basta rodar uma volta e não umas 8 voltas como é com esta Pike.


Eu tinha uma foto que nem se via os raios das rodas...


Conclusão:
Já devem estar fartos de ler isto, portanto, vou directo ao assunto.
Pike 454 possui um peso satisfatório, é robusta, previsível, sensível e ultra regulável. Qualquer bttista pode pegar na Pike e configura-la ao seu gosto, o que é bestial numa suspensão na casa dos 500€. É tudo o que uma susp. de All-Mountain deve ser. Comigo, a Pike convidou-me sempre para fazer descidas e realmente isto come tudo o que aparecer pela frente. Soberbo!
Também não posso deixar de reparar que a Pike pouco ou nada evoluiu desde a sua primeira aparição no mercado, isto é, ter uma Pike Team de ’05 e esta 454 de ’08 é ela por ela pois o exo-esqueleto e cartridge são exactamente os mesmos. Será verdade? Só muda a pintura? Nunca irei saber pois nunca tive oportunidade de andar numa Pike Team.

Existe uma Pseudó-Pike que se chama Revelation e esta tem duas particularidades: é um "clone" da Pike em tudo (excepto o eixo Maxle Lite e não tem opção Coil) e é muito mas muito mais leve que a Pike Dual Air.

Se a primeira impressão é a que fica, então, bravo Rock Shox! Fico curioso para saber como são as irmãs Reba para XC e Lyric para Enduro/FR equipadas com o Motion Control/Mission Control.



Esquemático:

1 - Mau
2 - Abaixo da média
3 - É bom para aquilo que é indicado
4 - Acima da média
5 - Transcende



Positivo:
- maxle 4ever!
- motion control trabalha sempre bem quer em XC, quer em AM/Enduro
- fiável
- tem toda a sorte de regulações para a gente brincar
- os pneus podem ir até 2.7”
- decoração para cada um terminar em casa

Negativo:
- pop loc é caro, caso queiram
- à parte do peso da 454 dual air, todas as outras Pike são pesadas e se comparar com os 2472g da Fox 36 ou as 2000g da Fox 32...
- o botão do retorno susceptível de cair ou ser roubado
- IS?! Ainda há disto?


Extra:
Rockshox SID Motion Control (Como montar o kit Pop Loc)


Maxle 360


Dados técnicos do site de 2008
454
Spring U-Turn / Dual Air / Air U-Turn
Travel 95-140mm / 140mm / 110-140mm
Travel Adjust U-Turn / All-Travel / U-Turn
Weight* 2281g (5.0 lbs) / 2023g (4.5 lbs) / 2113g (4.7 lbs)
Spring Adjust Change Spring / Air pressure via dual Schrader Valves / Air pressure via dual Schrader Valves
Damping Motion Control
Damping Adjust External rebound, low speed compression to 'Lock' with external Floodgate
Lowers Magnesium, Maxle 360 20mm, IS disc mount
Crown Forged, hollow 6061 T-6 aluminum
Steerer Tube Aluminum 1 1/8
Upper Tubes 32mm, 7000 series straight wall aluminum, low friction anodized with travel gradients
Standard Colors Diffusion Silver, Diffusion Black (AM)
Options Remote
Suggested Rear Shox Monarch

Upgrade Over 426: Hollow crown and aluminum steerer
Max. Recommended Rotor Size 210mm
Notes *Weight based on 265mm 1 1/8 steerer with Maxle 360



P.S. - Original de Dezembro de 2008! santa
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jorgexbtt.blogspot.com/
jonypaul
O animal do AM
O animal do AM


Mensagens : 1126
Data de inscrição : 25/04/2009
Idade : 24
Localização : Oeiras
Bike : Banshee Rune

MensagemAssunto: Re: [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08   Qua Fev 15, 2012 11:23 am

Já tinha dito noutro sitio em que a tinha lido ( não me lembro se no FRZ ou no FBTT ) mas parabéns pela excelente review.

Ainda andas com ela? Não tiveste nenhum problema?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorgex
Ainda a ganhar coragem para subir a serra mais próxima
Ainda a ganhar coragem para subir a serra mais próxima


Mensagens : 43
Data de inscrição : 12/01/2012
Localização : Lisboa
Bike : Sushi - Canyon Nerve ESX 7.0 S

MensagemAssunto: Re: [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08   Qua Fev 15, 2012 12:15 pm

No FRZ. Problemas? Até à data só fez um revisão na 2cycling.

A suspensão tem tido pouco uso em AM, aliás, 95% é XC, estrada e muito commuting em Lisboa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://jorgexbtt.blogspot.com/
R.
Já começou a pensar em render a velhinha pasteleira
Já começou a pensar em render a velhinha pasteleira


Mensagens : 13
Data de inscrição : 11/01/2010

MensagemAssunto: Re: [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08   Qua Fev 15, 2012 8:32 pm

Eu tive uma Pike da primeira série que apareceu, sem problemas...depois uns anos mais tarde adquiri outra, que me perdia óleo pelo lado do motion control. Ao abrir verifiquei que tinha um anel de borracha que ficou mal posicionado na montagem.

Desde então a única coisa que gostava, era de trocar a mola, porque a de origem parece ser muito dura para o meu peso ligeiro. Mas isto de dar cerca de 50€ por causa de uma mola custa um bocado neste momento :S

Esse kit que indicas para mudar para ar, isso encontra-se por onde e por quanto, tens ideia?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08   Hoje à(s) 10:21 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Suspensão] Rock Shox Pike 454 Coil '08
» Rockshox Pike RCT3 150
» A melhor suspensão do Mundo
» De mota a moto - Cannondale Moto 4
» Coil Over

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
6polegadas :: Análises e testes :: Componentes-
Ir para: